voltar ao início
Iniciativas

001062

Vidas com Sentido (6) - António Macedo

28-11-2013: 18:00Auditório da Fundação Mário Soares

Homens e Mulheres que pelos seus ideais, pela sua postura cívica e política, pelos seus combates, souberam dar sentido às suas vidas e, embora já falecidos, permanecem como exemplos.
A Fundação Mário Soares dedica um ciclo de conferências e debates a essas figuras da nossa cidadania democrática, prestando-lhes homenagem.
A sexta conferência do ciclo "Vidas com Sentido" é dedicada a António Macedo.


António Cândido Miranda Macedo nasceu em Valongo, em 1906, tendo falecido em 1989. Advogado e político.
Licenciado em Direito pela Universidade de Coimbra, em 1931, exerceu advocacia no Porto, tendo sido eleito Presidente do Conselho Distrital e, mais tarde, Presidente do Conselho Superior da Ordem dos Advogados. No escritório que partilhava com Mário e Carlos Cal Brandão, conhecido nos meios republicanos da cidade como A Toca, a conspiração contra a ditadura foi sempre activa. Guiados pelo ideário socialista, criaram, em 1944, com José Magalhães Godinho e outros, a União Socialista - que virá a participar no MUNAF e no MUD.
Em 1947, António de Macedo assume a defesa de Salgado Zenha, presidente da Associação Académica de Coimbra preso pela PIDE. Participa activamente na campanha presidencial de Norton de Matos. Em 1953, empenha-se na criação da Resistência Republicana com uma nova geração constituída por Mário Soares, Salgado Zenha, Piteira Santos e Ramos da Costa. Em 1958, a Resistência Republicana destaca-se no apoio à candidatura do General Delgado. Entre 1963 e 1964, já com a designação de Resistência Republicana Socialista, faz-se representar na FPLN.
António Macedo, que em 1961 fora um dos signatários do Programa para a Democratização da República, apoia a criação da Acção Socialista Portuguesa e, mais tarde, a fundação do Partido Socialista. Participa nas listas que a CEUD apresenta às eleições de 1969.
Fundador e Presidente do Partido Socialista desde 1974 a 1986, foi eleito Presidente Honorário do PS no VI Congresso. Exerceu funções de Deputado eleito pelo PS da I à V Legislatura.
Foi iniciado, em 1930, na Loja Maçónica 'A Revolta', de Coimbra, com o nome simbólico de Fernão Vasques.

Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt