voltar ao início
Iniciativas

000836

As mulheres na República

28-10-2010: 18h00Sala do Arquivo dos Paços do Concelho

A Fundação Mário Soares e a Câmara Municipal de Lisboa assinalam o Centenário da República com uma série de 18 colóquios sobre questões essenciais da história do regime republicano. A nona destas conferências, sob o tema "As mulheres na República", será apresentada por Manuela Tavares.

Às 19h, lançamento dos Roteiros Feministas na cidade de Lisboa (org. UMAR)

A história tradicional não abriu espaço para que as mulheres surgissem como sujeitos históricos. Do empenho das feministas republicanas ficou, apenas, na história oficial, que elas bordaram a bandeira da República!

Destacar tal facto, sem mencionar o seu pensamento e acção, releva o papel atribuído pela história às mulheres: um papel simbólico dentro do seu papel tradicional.

Contudo, nos tempos da I República, como afirma o historiador João Gomes Esteves, as mulheres discursaram, organizaram- se, actuaram, escreveram, polemizaram, sofreram incompreensões. Marcaram presença em sessões, reuniões, comícios, congressos. Fizeram História. Mas nem sempre ficaram na História.

O Centenário da República constitui um momento relevante para que as mulheres republicanas ganhem visibilidade e se reponha alguma justiça histórica.

Recordar as suas vozes, na diversidade das suas ideias como feministas, maçónicas, republicanas, livres pensadoras, insere-se num percurso de valorização da memória histórica das lutas das mulheres, sem a qual não é possível construir a história dos feminismos em Portugal.

Ana de Castro Osório, Carolina Beatriz Ângelo, Maria Veleda, Adelaide Cabete, Alice Moderno, Virgínia Quaresma, Alice Pestana, Deolinda Lopes Vieira, Carolina Michaelis de Vasconcelos, Beatriz Pinheiro, Lucinda Tavares, são algumas das muitas mulheres que ousaram afirmar uma cidadania feminina num tempo em que o seu direito ao voto, apesar de prometido, lhes foi negado.

Dos caminhos percorridos, como pioneiras nesta luta pela cidadania, ainda actual, importa não esquecermos que, em 2011, se celebra o centenário do voto de Carolina Beatriz Ângelo, um acto de ousadia a evocar, com a mesma dignidade com que foi recebido, como um sinal de esperança para as sufragistas europeias da primeira década do século XX.

Este 9.º colóquio da série A República Mês a Mês, organizado em parceria pela Fundação Mário Soares e pela Câmara Municipal de Lisboa, visa, precisamente, dar voz às mulheres e ao seu papel na sociedade portuguesa do dealbar do século XX.

Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt