voltar ao início
Iniciativas

000423

Portugal 1940: um auto-retrato do Estado-Novo

19-5-2004

CD-ROM. Editada pela "Comissão Executiva dos Centenários", dirigida por Júlio Dantas, Portugal 1940 conta com a direcção de J. Leitão de Barros e a colaboração de alguns dos melhores fotógrafos da época: Alvão, A. Silva, A. Ferreira da Cunha, A. San-Payo, Correia Mendes, H. Novais, J. Benoliel, J. Carrasco, J. Lobo, M. Novais, Nunes de Almeida, R. Vaissier e S. Nogueira. O seu grafismo é, também, ainda que em diferentes registos, a afirmação do "Chefe" e da sua "Obra" - sendo curioso assinalar a referência explícita a Henrique Tenreiro (como comandante da Brigada Naval da Legião Portuguesa) e a omissão do nome do Comissário Nacional da Mocidade Portuguesa (Marcelo Caetano), ao mesmo tempo que merecem destaque os arquitectos das principais obras emblemáticas das comemorações. Além do culto do "Chefe", o livro insiste em outras vertentes essenciais do regime, designadamente: as obras de infra-estruturas, a construção do "lar do pobre", as Forças Armadas, a Mocidade e a Legião e a obra do Secretariado de Propaganda Nacional - o que não é de estranhar, tratando-se de uma edição do SPN, dirigido por António Ferro. Ao editar esta obra, o Arquivo & Biblioteca da Fundação Mário Soares pretende fornecer aos leitores o que constitui um verdadeiro auto-retrato do salazarismo no seu apogeu. Também por isso, o próximo CD-ROM desta colecção seja precisamente dedicado ao MUD Juvenil, que, escassos anos depois, havia de constituir o reverso da medalha.

Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt