Cadernos Democráticos: cadernos democráticos 11 - Democracia Electrónica
 

 

Os "Cadernos Democráticos" são uma colecção que se pretende de divulgação, portanto, acessível a um vasto público, mas de rigorosa informação, apresentada num estilo didáctico e atraente para o leitor. Sai sob a chancela da Fundação Mário Soares. A autoridade científica e cívica dos autores que a subscrevem é uma garantia suplementar de qualidade. Os "Cadernos Democráticos" versam temas de grande actualidade, mesmo quando têm a ver com a memória ou a identidade portuguesa, e pretendem responder ao interesse de um público alargado, que privilegia os jovens.

Mário Soares

Democracia Electrónica

Desde já se pode notar a emergência de uma nova opinião pública com base na utilização das tecnologias de comunicação mediada por computador. De forma crescente, os líderes de opinião e outras elites políticas e socioculturais tenderão a encontrar-se nestes espaços virtuais, criando uma crescente comunidade de discussão e atraindo ao processo outros cidadãos, num continuum de difusão da inovação. O ritmo de disseminação de tais comunidades determinará parcialmente as novas formas institucionais da democracia e a maquinaria política subjacente ao processo de decisão. Esta nova opinião pública manifestará interesse na revitalização dos processos democráticos de decisão e no aumento da responsabilização da classe de representantes políticos, assegurando a manutenção e aprofundamento dos regimes democráticos no próximo século. A telemática poderá, assim, servir para realizar a necessidade de uma maior autonomia individual no seio de comunidades mais unidas, componente essencial de uma sociedade global diversa mas integrada.

Nuno Peres Monteiro 

 

Dada a íntima relação entre o tema deste estudo e a utilização da Internet, aqui deixamos um excerto alargado do texto publicado.


(topo)


© FUNDAÇÃO MÁRIO SOARES