voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
terça-feira, 1 de Agosto de 1961A República de Daomé (Benin) exige a retirada de portugueses do Forte de S. João Baptista de Ajudá e o representante português incendeia o forte

036401


As autoridades do Daomé exigiram aos dois portugueses residentes o abandono do Forte de S. João Baptista de Ajuda. Agostinho Borges e Meneses Ayres incendiaram o forte. O pequeno enclave português do forte de S. João Baptista de Ajudá, situado na República do Daomé, é atacado e invadido em 1 de Agosto de 1961. O representante português resolve incendiar as instalações, antes de retirar

ano: 1961 | tema: Relações Internacionais
palavras-chave: República de Daomé Benin Forte de S. João Baptista de Ajudá 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt