voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Maio e Junho de 1912Greve da Carris

035038


O pessoal dos eléctricos e dos cobradores da Companhia Carris de Ferro de Lisboa desencadeou uma greve que dura 26 dias, sendo acompanhada de diversos incidentes, em especial quando a Carris, com o apoio do governo, tenta fazer voltar os carros eléctricos às ruas, recolhendo o aplauso de uma grande parte da população. Cinco bombas rebentaram no Rossio, registando-se tiros em diversos locais, que provocaram feridos e um morto, sendo presos muitos trabalhadores e sindicalistas.

ano: 1912 | tema: Movimento Operário e Social/Violência (política)
palavras-chave: Greve Carris 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt