voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Terça-feira, 4 de Outubro de 1910Cruzador D. Carlos passa-se para os republicanos

034858

01
Pelas 10 horas da noite, o cruzador "D. Carlos", que permanecia sob comando monárquico, é abordado por marinheiros e civis revoltosos, sob a direcção do 2.º tenente José Carlos da Maia, a partir do "S. Rafael". A equipagem alinha também pela República, travando-se combates a bordo, com a oficialidade monárquica, de que resultaram diversos feridos, morrendo o comandante do navio Álvaro Ferreira. O cruzador "D. Carlos" junta-se aos revoltosos, passando a patrulhar o rio sob as ordens do 2.º tenente Silva Araújo. Quase um ano antes, delegados do cruzador "D. Carlos" tinham-se dirigido ao Directório do Partido Republicano mostrando-se "resolvidos a revoltar-se se a Revolução não se efectuasse em breve". Só a intervenção de Cândido dos Reis e de Machado Santos os convecera "a serem prudentes".

ano: 1910 | tema: Vida Política
palavras-chave: Implantação da República Armada Carlos da Maia 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt