voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Domingo, 2 de Outubro de 1910Reunião da Rua da Esperança

034855


No 3.º andar do nº 106 da Rua da Esperança (prédio da mãe de Inocêncio Camacho), tem lugar uma reunião plenária dos principais implicados militares, a que preside António José de Almeida, estando o Directório do Partido Republicano representado por José Relvas, Inocêncio Camacho, José Barbosa, Cupertino Ribeiro e Eusébio Leão. O almirante Cândido dos Reis afronta o parecer geral dos elementos militares, partidários do adiamento, e faz prevalecer a decisão de avançar para a insurreição, apesar da prevenção das tropas ordenada por Teixeira de Sousa. Perante as dúvidas dos oficiais do exército presentes, Cândido dos Reis terá afirmado: "Pois bem! A Marinha terá muita honra em ser fuzilada nas ruas pelos senhores! A Revolução não será adiada, sigam-me, se quiserem. Havendo um só que cumpra o seu dever, esse único serei eu." Nessa reunião, o capitão Afonso Pala, embora descrente da escolha do momento, desempenha um papel crucial. Interpelado por António José de Almeida, sobre a situação da sua unidade, responde secamente "Artilharia 1, sai!", ao que António José de Almeida de imediato terá encerrado os trabalhos com a frase "Meus senhores, a revolução está decidida." Neste mesmo dia, Cândido dos Reis transmite a Machado Santos e aos restantes chefes militares a senha da revolução: "Mandou-me procurar? - Passe cidadão!".

ano: 1910 | tema: Vida Política
palavras-chave: Implantação da República Cândido dos Reis 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt