voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
1903A Condução da Electricidade através dos Gases, deThomson

034743

010102
J.J. Thomson publica "A Condução da Electricidade através dos Gases", que lhe valeu o Prémio Nobel da química, em 1906 – "reconhecimento pelo grande mérito na investigação teórica e experimental sobre a condução da electricidade através dos gases". Nascido, em Cheetham Hill, perto de Manchester, a 18 de Dezembro de 1856, Joseph John Thomson ingressou, vinte anos depois, no "Trinity College", em Cambridge. Após terminar a licenciatura em matemática, no ano de 1880, leccionou, na mesma universidade, até à data da sua morte (30 de Agosto de 1940). Trabalhou no "Cavendish Laboratory" com Lorde Rayleigh e, em 1884, publicou "Treatise on the Motion of Vortex Rings" (que resultou do seu estudo da estrutura do átomo), obra que foi premiada com o "Adams Prize". Ainda nesse ano, Thomson, foi eleito membro do "Royal Society", da qual foi presidente, mais tarde, entre 1916 e 1920. A 30 de Abril de 1897, numa palestra realizada na "Royal Institution", J.J. Thomson apresentou um estudo inovador sobre os "raios de cátodo", que, segundo o cientista, eram carregados, negativamente, por partículas a que chamou de "corpúsculos" e, composto por uma massa 1000 vezes mais pequena do que o átomo do hidrogénio. Este estudo culminou na descoberta do electrão, que evidenciou a natureza descontínua da matéria. Para além das obras que publicou, já referidas, podemos ainda destacar: "Dicharge of Electricity through Gases" (1897), "The Structure of Light" (1907), "Rays of Positive Electricity" (1913), "The Electron in Chemistry" (1923) e "Recollections and Reflections" (1936).

ano: 1903 | tema: Ciência e Técnica
palavras-chave: Química Átomo Electrão Nobel 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt