voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
28 de Maio de 1911Eleições legislativas

01118

01
Nestas eleições, em que se encontravam recenseados 850.000 eleitores, dos quais apenas votarão 60%, ainda assim com afluência maior do que todas as do tempo da monarquia, a apresentação de candidatos foi quase exclusiva do Partido Republicano Português, muito embora em alguns círculos as candidaturas tivessem sido contestadas por socialistas, independentes ou dissidentes. Os monárquicos não concorrerram. As eleições foram em grande medida controladas pelo Directório do Partido Republicano Português, tendo, por isso, a composição da Assembleia Constituinte um importante peso moderado e conservador, essencialmente composto pela classe média burguesa, com um grupo maioritário de oficiais do Exército e da Marinha, funcionários públicos civis, advogados e médicos A título de exemplo, registe-se que o candidato menos votado do Partido Republicano, no Círculo Ocidental, Machado dos Santos, teve quinze mil votos, quando Teófilo Braga recebeu 16.720 e Afonso Costa, no Círculo Oriental, teve 18.845, sendo Sebastião de Magalhães Lima, o mais votado de todos, com 18.853 votos. A Câmara seria composta por uma maioria esmagadora de republicanos e dois socialistas. As primeiras eleições para a Assembleia Constituinte elegem 229 Deputados. Parte deles permaneceria na Câmara dos Deputados e outra parte passaria para o Senado da República.

ano: 1911 | tema: Vida Política
palavras-chave: Eleições Partido Republicano Assembleia Constituinte 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt