voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Segunda-feira, 22 de Maio de 1911Adopção do Escudo como unidade monetária

01083


Decreto que remodela o sistema monetário. A unidade monetária passou a ser o escudo de ouro, substituindo o "real". Trata-se de uma medida de significativa importância a nível simbólico e que, gradualmente, assumiu relevo a nível da política monetária do novo regime. Dizia-se na exposição justificativa: «A nossa unidade monetária, o real, tem um valor muito pequeno, nada parecido com os valores das unidades monetárias dos diversos países, geralmente iguais ou superiores a um franco. Desta circunstância resulta ser necessário empregar um grande número de algarismos para representar na escrita uma quantia, mesmo relativamente pouco importante, o que tem o duplo inconveniente de originar grandes perdas de tempo e introduzir os estrangeiros em erro, na apreciação dos valores expressos em moeda portuguesa. Para remediar este inconveniente, propomos que se adopte como nova unidade monetária o "escudo" de ouro, moeda que conterá o mesmo peso de ouro fino que a actual moeda de mil réis de ouro, à qual será portanto inteiramente equivalente. O "escudo" dividir-se-á em cem partes iguais, denominadas "centavos", correspondendo assim um "centavo"a dez réis do actual sistema."

ano: 1911 | tema: Actividades Económicas
palavras-chave: Escudo Real Moeda 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt