voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Quarta-feira, 29 de Março de 1911Reorganização dos Serviços de Instrução Primária

00981


O decreto que reorganiza os Serviços de Instrução Primária, constitui uma das mais profundas reformas daquele grau de ensino, abordando ainda os ensinos infantil e normal. O objectivo do ensino infantil era, segundo este diploma, "a educação e desenvolvimento integral, físico, moral e intelectual das crianças, desde os quatro aos sete anos de idade", sendo realizado "na escola pela professora, e na família pela mãe, devendo ambas harmonizar-se na orientação a dar" e devendo compreender aquisições elementares de vocabulário, de leitura, de escrita, de geografia do lugar, de contos e lendas tradicionais "com intuitos morais e patrióticos", e também o "conhecimento das diversas autoridades locais e pessoas mais prestimosas da terra". Mais se determinava que as escolas infantis deveriam ser "instaladas em edifícios próprios, construídos em terrenos vedados, que sejam isolados de outras construções e da via pública, e com espaço bastante para plantações, recreios e jogos ao ar livre". Haveria balneários para as crianças receberem os seus banhos higiénicos, dormitórios com caminhas (…), salas com ardósias a todo o comprimento das paredes e a baixa altura (…). Tais edifícios deveriam existir um "em cada um dos bairros das cidades de Lisboa e do Porto, em todas as capitais de distrito e nas cabeças dos principais concelhos". (…) Quanto ao corpo docente encarregado de exercer o ensino infantil, seria sempre e só do sexo feminino, "professoras diplomadas na especialidade pelas escolas normais". (…) Ao ensino infantil, facultativo, seguir-se-ia o ensino primário com início normal aos sete anos. (…) dividia-se o ensino primário em três escalões. O elementar (tinha a duração de três anos, dos sete aos nove), o complementar e o superior, sendo o elementar obrigatório para todas as crianças de ambos os sexos e idades compreendidas entre os sete e os catorze anos, e facultativos para os restantes escalões. (CARVALHO, Rómulo de, "História do Ensino em Portugal")

ano: 1911 | tema: Ensino
palavras-chave: Instrução Primária 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt