voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Terça-feira, 7 de Março de 1911Bispo do Porto destituído das suas funções

00938

01
O bispo do Porto, D. António Barroso, é destituído das suas funções, com proibição de permanecer na área da sua jurisdição pastoral. Afonso Costa proibira a leitura da Pastoral dos Bispos portugueses, datado de 24 de Dezembro de 1910, nas igrejas, tendo este bispo recusado acatar esta proibição. Mais tarde, no âmbito da discussão relacionada com a Lei de Separação, os prelados intervêm junto de Afonso Costa, "um espírito cultíssimo", para a situação do bispo do Porto, "para a qual ousamos chamar a esclarecida atenção de vossa excelência": "Queremos aludir à situação em que se encontra o venerando bispo do Porto, D. António José de Sousa Barroso. Referimo-nos a este nosso irmão e colega no episcopado, que ele tanto tem auxiliado e engrandecido pelas suas preclaras virtudes, pela sua ilustração, pelos primores do seu espírito e pelos inescurecíveis serviços prestados à religião e à Pátria, quer como missionário nas regiões adustas de África, quer como prelado em algumas dioceses do ultramar, e na do Porto, não podemos deixar de manifestar a mais viva, a mais profunda e a mais justificada mágoa, quando pensamos nas tribulações e amarguras que esse varão insigne e zelosíssimo bispo está sofrendo, com o afastamento da diocese que o estima, que o ama e lhe devota entranhado afecto que ânimos agradecidos e corações bem formados não sabem recusar ao seu querido chefe espiritual, ao seu caridoso e bondosíssimo prelado".

ano: 1911 | tema: Religiões/Vida Política
palavras-chave: Bispo do Porto Sousa Barroso 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt