voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Terça-feira, 17 de Novembro de 1903Tratado de Petrópolis

00245

01
Pelo Tratado de Petrópolis, a Bolívia cedeu território ao Brasil em troca de uma saída ferroviária e fluvial para o Oceano Atlântico. O atual estado brasileiro do Acre era uma possessão boliviana de acordo com o Tratado Hispano-Português de 1750. Apesar disso, não havia nenhuma ocupação do território por parte da Bolívia. Em virtude da abundância da borracha, os brasileiros iniciaram a ocupação do Acre em 1852, tendo essa imigração atingido proporções muito grandes a partir de Abril de 1877. Face ao crescimento da ocupação brasileira, a Bolívia enviou em 1898 uma missão de ocupação para o Acre causando, a 1 de Maio de 1899, uma revolta armada dos colonos brasileiros que receberam o apoio do governo do Estado do Amazonas. Os bolivianos foram forçados a abandonar a região. Para evitar o seu regresso, o governador do Amazonas enviou para o Acre uma coluna de aventureiros comandada pelo espanhol Luis Galvez, que proclamou a República do Acre a 14 de Julho de 1899. Apesar disso o governo brasileiro, com base no tratado internacional de Ayacucho assinado em 1867, considerava o Acre como território boliviano e enviou tropas que dissolveram a República do Acre em 15 de Março de 1900. Mas, entretanto, Galvez descobrira a existência de um acordo secreto entre os Estados Unidos da América e a Bolívia, segundo o qual aqueles prometiam apoio militar à Bolívia, em caso de conflito armado com o Brasil. Nessa época, a Bolívia organizou uma pequena missão militar para ocupar a região, que, no entanto, foi bloqueada pelos colonos brasileiros, socorridos pela "Expedição dos Poetas", dirigida pelo jornalista Orlando Correa Lopes, que, em Novembro de 1900, proclamou a Segunda República do Acre, que apenas durou um mês. Entretanto, a Bolívia assina um acordo de arrendamento do Acre com o "Bolivian Syndicate", composto por capitalistas norte-americanos e ingleses. A 6 de Agosto de 1902, uma nova coluna militar brasileira, comandada por Plácido de Castro, avança para o Acre e, em 27 de Janeiro de 1903, proclama a Terceira República do Acre, com o apoio do governo brasileiro. A 21 de Março, os governos do Brasil e da Bolívia assinaram um tratado preliminar, ratificado pelo Tratado de Petrópolis em 17 de novembro de 1903. Este tratado, redigido por pelo Barão do Rio Branco e por Joaquim Francisco de Assis Brasil, "removendo motivos de ulterior desavença" entre o Brasil e a Bolívia, consagra a cedência do Acre ao Brasil, em troca de territórios brasileiros de Mato Grosso e de uma indemnização de 2 milhões de libras esterlinas à Bolívia. Em 15 de Junho de 1962, o Acre foi elevado à condição de Èstado.

ano: 1903 | tema: Relações Internacionais
palavras-chave: Brasil Bolívia Acre 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt