voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Cronologia


[registo específico]
Domingo, 1 de Novembro de 1903Morre Theodor Mommsem

00243

01
Morre Theodor Mommsem, em Charlottenburg, Alemanha. Nascido a 30 de Novembro de 1817, em Gording, na Alemanha, Theodor Mommsen, após pequenas permanências em França e na Itália e uma curta incursão pelo jornalismo, torna-se, em 1848, professor de Direito Civil na Universidade de Leipzig, tendo sido forçado a demitir-se, em 1850, após o seu envolvimento na revolução de 1848-49. Posteriormente, deu aulas nas Universidades de Zurique e de Breslau e, no ano de 1858, tornou-se regente da cadeira de História da Antiguidade na Universidade de Berlim. Depois da unificação da Alemanha em 1870, Mommsem opôs-se, publicamente, às políticas introduzidas por Bismarck. Exerceu o cargo de secretário permanente da Academia Prussiana de Artes e Ciências e, durante os anos setenta, foi um elemento activo no Parlamento Prussiano, primeiro como Nacional Liberal e, depois, como Liberal. Theodor Mommsem deu um importante contributo para o estudo da História de Roma, inovando-a profundamente. Admirando a figura de Júlio César, foi, no entanto, um liberal, que se opôs às formas cesaristas de governo introduzidas no seu país. Da sua vasta obra podem-se destacar: "Corpus Inscriptionum Latinarum", uma gigantesca colecção de inscrições romanas publicada pela Academia de Berlim entre 1867 e 1959, "Römische Geschichte" ("História de Roma", 1854-55, 1885), "Römische Staatsrecht" (publicada em 3 volumes entre 1871 e 1876), "Römische Strafrecht" (1899), "Monumenta Germaniae historica", etc. Um ano antes da sua morte, Theodor Mommsem recebeu o Prémio Nobel da Literatura.

ano: 1903 | tema: Cultura
palavras-chave: História Bismarck 

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt