voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Biografias



Joaquim Teófilo Fernandes Braga (1843-1924)

83

Joaquim Teófilo Fernandes Braga (1843-1924)
Nasceu em Ponta Delgada, S. Miguel, Açores a 24 de Fevereiro de 1843. Em 1866 conclui o curso de Direito na Universidade de Coimbra, e em 1868 defendeu tese e tomou capelo. Concorre no concurso para lente, sendo, contudo preterido tanto em Coimbra, como na Escola Politécnica do Porto. Só mais tarde daria aulas no Curso Superior de Letras. Professor, erudito, escritor, deixou para a posteridade uma imensa obra, reflectindo, entre outras, as suas preocupações no tocante à História, à Literatura e à Filosofia. De 1869 a 1872, publicou 14 volumes da sua `História da Literatura Portuguesa´. Foi um dos introdutores do pensamento de Comte e do positivismo em Portugal. Vulto destacado da cultura portuguesa, Teófilo seria um dos fundadores e 'patriarcas' do Partido Republicano, cujo perfil burguês, moderado e 'responsável' ajudará a definir. Dentro deste campo político, defende posições federalistas. Fez parte da organização do centenário camoniano, escrevendo para jornais, fazendo palestras e conferências. Foi nomeado Presidente do Governo Provisório, depois de implantada a República. Ascenderia, em 1915, à Presidência da República, ainda que por pouco tempo, depois da renúncia de Manuel de Arriaga. Das suas obras cumpre salientar alguns títulos: `Fôlhas Verdes´; `Stella Matutina´, poema bíblico; `Poesia do Direito´; `História da Poesia Popular Portuguesa´; `Romanceiro geral´; `História do Direito português´; `O Velho do Restelo´; `Viriato´, narrativa epo-hispânica; e, ainda `Romanceiro geral português´. Morreu em Lisboa aos 28 de Janeiro de 1924.

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt