voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Biografias



Carlos Cândido dos Reis (1852-1910)

17

Carlos Cândido dos Reis (1852-1910)
Nasceu em Lisboa a 16 de Janeiro de 1852, entrando como voluntário para a Armada aos 17 anos. Apesar de uma carreira brilhante, quer no comando de vasos de guerra, quer na direcção de estabelecimentos escolares navais, é passado à reforma, no posto de vice-almirante, em 9 de Setembro de 1909. Convictamente republicano, toma parte activa na luta antimonárquica, sendo membro destacado da Junta Liberal, proferindo conferências de cariz anticlerical na Associação dos Lojistas. É o autor dos planos para a malograda 'intentona do elevador da Biblioteca', em 1908. Após o fracasso, retoma a sua actividade como conspirador, integrando a Carbonária, com o nome simbólico de 'Marceau'. Eleito deputado pelo círculo de Lisboa, na lista republicana, em Setembro de 1910, não chegou, devido à queda do regime monárquico, a tomar assento nas Cortes. Participa activamente nos preparativos do movimento revolucionário do 5 de Outubro de 1910, sendo o responsável pela sua componente militar. Na madrugada de dia 4 de Outubro, embora a revolução estivesse já na rua, convence-se que tudo está perdido e suicida-se. 'Fora vítima do seu temperamento. Era um hipocondríaco, nele as crises de entusiasmo e as de depressão sucediam-se com frequência.' A República prestou-lhe sentida homenagem.

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt