voltar ao início
Arquivo & Biblioteca

Biografias



Basílio Teles (1866-1923)

101

Basílio Teles (1866-1923)
Nasceu no Porto a 14 de Fevereiro de 1866. Matriculou-se na Academia Politécnica e depois na Escola Médico-cirúrgica, em 1875, que acabou por abandonar após um confliuto com um professor. Dedicou-se a dar aulas particulares de ciências naturais, filosofia e literatura, enquanto colaborava em alguns jornais e revistas de cariz político e literário do Porto e de Lisboa. Filiou-se no Partido Republicano e integrou o Clube de Propaganda Democrática do Norte, sendo um dos organizadores da revolta de 31 de Janeiro de 1891, o que o obrigou a exilar-se no estrangeiro durante algum tempo. Com a proclamação da República, foi nomeado Ministro da Fazenda em 5 de Outubro de 1910, cargo que não aceitou alegando motivos de doença. Mais tarde, em 15 de Maio de 1915, voltou a ser nomeado como Ministro da Guerra e mais uma vez não tomou posse do lugar. Afastou-se gradualmente da actividade partidária, mantendo os seus ideais e acompanhando atentamente a vida política. Publicou as seguintes obras, ente outras: Carestia da vida nos campos; Estudos historicos e economicos; Introducção ao problema do trabalho nacional; Problema agricola (credito e imposto), Porto, 1899 e Do ultimatum ao 31 de Janeiro, além de uma tradução, em verso, do Livro de Job, com um prefácio sobre o problema religioso em Portugal e de uma série de opúsculos sobre a I Grande Guerra. Morreu a 10 de Março de 1923.

voltar



Fundação Mário Soares
Rua de S. Bento, 176 - 1200-821 Lisboa, Portugal
Telefones: (+ 351) 21 396 41 79 | (+ 351) 21 396 41 85 | Fax: (+ 351) 21 396 4156
fms@fmsoares.pt | arquivo@fmsoares.pt | direccao.casa-museu@fmsoares.pt